Energia pressiona, mas BCP sobe mais de 2% e puxa por Lisboa

A família EDP e a Galp estão a pesar sobre Lisboa, mas o bom desempenho dos títulos do BCP está a levar a praça nacional para terreno positivo.

No dia em que os títulos do BCP já subiram mais de 2%, Lisboa está pintada de verde. A travar os ganhos da praça nacional estão, contudo, a família EDP e a Galp. Na segunda sessão de novembro e última da semana, 13 das 18 cotadas nacionais estão em terreno positivo.

O índice de referência nacional, o PSI-20, está a valorizar 0,37% para 5033,30 pontos. Lisboa segue assim a tendência que está a ser registada nas demais praças do Velho Continente. O Stoxx 600 está a somar 0,5%, o francês CAC 1,3%, o espanhol Ibex 1,1% e o alemão Dax 1,5%.

Por terras lusitanas, a estrela da sessão desta sexta-feira é o BCP, cujas ações já chegaram a subir mais de 2%. Seguem agora a somar 1,92% para 0,2445 euros. Este bom desempenho é explicado pela expectativa avançada pelo banco BPI de que, no terceiro trimestre, a instituição liderada por Miguel Maya tenha duplicado os seus lucros.

Também a puxar por Lisboa estão os títulos da Mota-Engil, que estão a valorizar 2,28% para 1,792 euros e os da Nos, que estão a subir 1,58% para 5,14 euros.

As papeleiras estão igualmente a dar gás à bolsa nacional. As ações da Altri estão a somar 1,44% para 7,77 euros, as da Semapa 1,21% para 16,70 euros e as da Navigator 1,05% para 4,254 euros. Isto depois de a Semapa ter anunciado, na quarta-feira, que o alemão Heinz-Peter Elstrodt vai ser o novo chairman do grupo, substituindo o fundador do grupo Pedro Queiroz Pereira, falecido em agosto passado.

Do outro lado da linha de água está a família EDP. Os títulos da empresa liderada por António Mexia estão a desvalorizar 1,16% para 3,08 euros e os da EDP Renováveis estão a recuar 1,89% para 7,80 euros. No mesmo setor, as ações da Galp estão a cair 0,43% para 14,92 euros.

Comentários ({{ total }})

Energia pressiona, mas BCP sobe mais de 2% e puxa por Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião