Combustíveis descem 1,5 cêntimos. Gasolina fica mais barata pela sexta semana consecutiva

Boas notícias para os automobilistas. Os preços dos combustíveis vão descer 1,5 cêntimos na segunda-feira. Para a gasolina, será a sexta semana a cair: desvaloriza 9 cêntimos em cerca de um mês.

Boas notícias para os automobilistas portugueses. Os preços dos combustíveis preparam-se para descer 1,5 cêntimos já na próxima segunda-feira. No caso da gasolina, será a sexta semana a cair. No espaço de cerca de um mês, já desvalorizou quase 9 cêntimos para o valor mais baixo desde abril.

Fonte do setor adiantou ao ECO que tanto o gasóleo como a gasolina deverão ficar 1,5 cêntimos mais baratos a partir da meia-noite de segunda-feira, isto tendo em conta a evolução dos preços do petróleo e derivados na última semana nos mercados internacionais.

Neste cenário, o litro da gasolina tem margem para cair para os 1,5167 euros, o valor mais baixo desde a semana de 23 de abril, há sete meses, segundo os dados oficiais da Direção-Geral de Energia. Há seis semanas que o preço deste combustível está em queda, acumulando uma desvalorização de 8,9 cêntimos no espaço de cerca de um mês.

Para o gasóleo, o combustível mais usado pelas famílias portuguesas, está prevista uma queda para os 1,3886 euros por litro, naquela que será apenas a segunda semana a cair, segundo as estatísticas oficiais.

Antram queixa-se ao Governo

Esta sexta-feira, a Antram questionou o Governo sobre a razão pela qual o preço do gasóleo não está a acompanhar a descida do preço do barril de petróleo. “Por que razão desce o preço do barril, mas não desce o preço do gasóleo? Como pode esta situação continuar sistematicamente a acontecer?”, perguntou a associação nacional de transportes.

“Se olharmos para a descida do preço do barril de petróleo e para os valores do gasóleo, que continuam elevados, sem acompanhar percentualmente a referida descida, não encontramos justificação possível”, disse.

E demonstrou de seguida que: “A 15 de outubro, o preço do barril situava-se nos 80,91 euros – rondando, nesta data, o preço médio do gasóleo os 1,404 euros/litro. Um mês depois, a 14 de novembro, encontra-se nos 65,58 euros – rondando o preço médio do gasóleo os 1,435 euros/litro. Apesar de estarmos perante uma descida superior a 15 euros, a realidade é que o preço do gasóleo pouco ou nada se alterou”.

Na última semana, o barril de Brent apresenta uma desvalorização acumulada de 3,3% nos mercados internacionais, estando a cotar-se atualmente nos 67,77 dólares. Só este mês já cai 10% perante as perspetivas de menor consumo no futuro com o impacto da desaceleração da economia mundial e o impacto da guerra comercial.

(Notícia atualizada às 12h53)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Combustíveis descem 1,5 cêntimos. Gasolina fica mais barata pela sexta semana consecutiva

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião