Morreu o general Loureiro dos Santos

  • Lusa
  • 17 Novembro 2018

O antigo ministro da Defesa Nacional e ex-Chefe do Estado-Maior do Exército morreu este sábado, em Lisboa, aos 82 anos.

Loureiro dos Santos durante um jantar de oficiais, generais e almirantes na reserva e na reforma para debater a atual situação das Forças Armadas e os cortes anunciados pelo Governo, no Centro de Congressos de Lisboa, em Lisboa, 22 de fevereiro de 2013. MARIO CRUZ/LUSAMário Cruz/Lusa 22 Fevereiro, 2013

O general José Loureiro dos Santos, antigo ministro da Defesa Nacional e ex-Chefe do Estado-Maior do Exército, morreu este sábado em Lisboa, aos 82 anos, vítima de doença, disse à agência Lusa fonte da família.

Nascido em Vilela do Douro, concelho de Sabrosa, no distrito de Vila Real, em 02 de setembro de 1936, José Alberto Loureiro dos Santos foi ministro da Defesa Nacional entre 1978 e 1980 nos IV e V Governos Constitucionais, chefiados por Carlos Mota Pinto e Maria de Lourdes Pintassilgo, ambos executivos de iniciativa presidencial de Ramalho Eanes.

Para António Costa, Loureiro dos Santos foi um “homem que deixou uma marca indelével na construção da nossa democracia e que, depois de cessar a sua posição de serviço, prosseguiu com uma relação muito ativa, inteligente e informada na inserção estratégia de Portugal e deu grandes contributos para a definição da nossa política externa”, disse, em declarações aos jornalistas.

“Foi um homem que todos nós vemos com grande respeito e agora nos deixa muita saudade”, completou.

(Notícia atualizada às 13h11 com declarações de António Costa)

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Morreu o general Loureiro dos Santos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião