Duas grandes petrolíferas com interesse na Galp Energia

  • ECO
  • 20 Novembro 2018

A posição de 15% da Esperaza, holding que junta a Sonangol e Isabel dos Santos, terá já duas grandes petrolíferas interessadas na sua aquisição.

Já haverá interessados em ficar com a posição detida pela Sonangol na Galp Energia, que o presidente de Angola já avançou pretender desfazer-se. Duas grandes petrolíferas estarão interessadas em ficar com a posição de 15% da Esperaza, holding que junta a Sonangol e Isabel dos Santos, avança o Jornal de Negócios (acesso pago).

O diário diz não lhe terem sido revelados os nomes das petrolíferas interessadas, mas salienta que uma delas está mesmo interessada em abrir escritório de representação em Lisboa, citando uma fonte do setor.

Em causa está uma posição indireta na Galp, detida pela Sonangol através da participação da Esperaza na Amorim Energia. A Amorim Energia é uma holding detida em 55% pela família Amorim e 45% pela Esperaza. Por sua vez, a Esperaza tem como acionistas a Sonangol (60%) e Isabel dos Santos (40%). Feitas as contas, a Esperaza detém indiretamente 15,75% da Galp, numa participação avaliada em cerca de 2,2 mil milhões de euros a preços de mercado.

Em entrevista ao Expresso, o presidente de Angola, João Lourenço, confirmou ser intensão do Estado angolano sair do capital da petrolífera nacional. “Não estou a dizer que vamos sair amanhã. Estou a dizer apenas que a tendência é essa“, afirmou o chefe do Estado angolano nessa entrevista, abrindo assim a porta à saída do capital da Galp Energia. Os primeiros candidatos já estarão a colocar-se assim em posição.

Comentários ({{ total }})

Duas grandes petrolíferas com interesse na Galp Energia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião