Bilionário compra penthouse por 209 milhões. É o apartamento mais caro dos EUA

O multimilionário Ken Griffin, fundador e CEO do fundo Citadel, comprou uma penthouse de quatro pisos, com vista para o Central Park. É considerado o apartamento mais caro de sempre dos EUA.

Nova Iorque continua a ser uma das cidades com as casas mais caras do mundo. E é também lá que os altos investimentos acontecem. O multimilionário Ken Griffin, fundador e CEO do fundo Citadel, desembolsou 209 milhões de euros para comprar o apartamento mais caro da história dos Estados Unidos, com vista para o famoso Central Park. Esta aquisição fica completa dias depois de Griffin ter comprado uma mansão em Londres por 107 milhões de euros.

Localizado no número 220 da Central Park South, uma das torres mais recentes construídas em Nova Iorque, junto ao Columbus Circle, esta penthouse de quatro andares — uma combinação de dois apartamentos –, compreende uma área de 2.200 metros quadrados, adianta o The Wall Street Journal (conteúdo em inglês). Esta operação foi tornada pública em 2015, mas a assinatura final aconteceu esta quarta-feira.

Com esta compra, Ken Griffin bateu o recorde anterior da casa mais cara comprada em território norte-americano. Em 2014, Barry Rosenstein, fundador da JANA Partners LCC, desembolsou 147 milhões de dólares (129 milhões de euros) por uma propriedade em East Hampton, também em Nova Iorque. Em outubro, Steven Roth, presidente da Vornado Trust Realty (responsável pela torre), disse que cerca de 85% do edifício estava vendido. O músico Sting está em processo de compra de um apartamento neste mesmo edifício.

O multimilionário é agora dono da casa mais cara de Nova Iorque, Chicago e Miami. No final de 2017 comprou quatro pisos de um condomínio em Chicago por 58,75 milhões de dólares (51,7 milhões de euros). Há uns meses, adquiriu uns lotes de terreno em Palm Beach, na Florida — onde já era proprietário de cinco imóveis –, por 200 milhões de dólares (176 milhões de euros) para lá construir uma casa.

Há dias, os investimentos foram em Londres, onde comprou uma luxuosa mansão com 2.000 metros quadrados por 122 milhões de dólares (107 milhões de euros), vizinha do Palácio de Buckingham. Griffin é ainda proprietário de duas casas no Havai.

O bilionário, fundador e CEO da gestora de ativos Citadel, tem vindo a expandir os seus negócios um pouco por todo o mundo. Tem atualmente uma fortuna avaliada em mais de 8,7 mil milhões de euros, de acordo com a Forbes.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bilionário compra penthouse por 209 milhões. É o apartamento mais caro dos EUA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião