Espanhola Gestilar investe 80 milhões em Oeiras. Vai construir 170 apartamentos

Decidida a expandir-se internacionalmente, a promotora escolheu Portugal. Comprou 26 mil metros quadrados em Miraflores onde vai construir 170 apartamentos.

O imobiliário nacional continua a atrair cada vez mais investidores internacionais, principalmente do país vizinho. Desta vez foi a promotora espanhola Gestilar, que comprou recentemente um conjunto de lotes com 26 mil metros quadrados na zona de Miraflores, onde pretende construir 170 apartamentos. A empresa liderada por Javier García-Valcárcel prevê um investimento total de cerca de 80 milhões de euros e estima que os imóveis estejam prontos no final de 2021.

É o primeiro passo dado pela promotora imobiliária fora de Espanha. A área adquirida está inserida no Loteamento Parque dos Cisnes, em Miraflores, propriedade do BCP. Dos 23 lotes que constituem este loteamento, a Gestilar comprou 18, estando alguns ainda sobre contrato-promessa, revelou ao ECO uma fonte próxima do processo.

O objetivo da promotora é construir 170 apartamentos, que serão desenvolvidos em duas fases: uma inicial na qual serão construídos 110 apartamentos e uma segunda onde serão construídos os 60 restantes. As obras deverão arrancar no terceiro trimestre deste ano e deverão estar concluídas no final de 2021, disse a Gestilar, ao ECO.

Javier García-Valcárcel, presidente da GestilarD.R.

Para Javier García-Valcárcel, citado em comunicado, enviado ao ECO, a entrada em território nacional é encarada como uma boa oportunidade devido ao “desequilíbrio” entre a oferta e a procura. A isto soma-se uma “economia em fase de crescimento e uma forte aposta de investidores internacionais que tornam o mercado muito ativo e com elevado potencial de crescimento”.

O presidente da promotora refere ainda que a decisão da Google em instalar-se em Oeiras acabou por influenciar positivamente esta decisão. “Definitivamente, consideramos que esta aquisição é a primeira de muitas que faremos em Portugal”, sublinhou.

Para este projeto, cujos imóveis serão particularmente diferentes dos construídos em Espanha, a Gestilar contratou os arquitetos da Saraiva + Associados. “Em Portugal, arquitetonicamente estão a construir-se edifícios com um nível de desenho muito elaborado”. Neste sentido, a empresa vai manter “esses critérios de edifícios com superfícies amplas e uma arquitetura muito cuidada”.

A Gestilar foi fundada em 2009 e nos últimos oito anos já promoveu mais de 1.000 apartamentos em Espanha, tendo atualmente em construção mais de 900 em quatro cidades do país vizinho. Esta promotora espanhola é mais uma que demonstra interesse pela zona de Oeiras. Em dezembro, o fundo britânico Jackyl investiu 28 milhões de euros num conjunto de lotes na zona de Carnaxide, onde lá pretende construir um centro comercial, um hotel e escritórios.

Loteamento Parque dos Cisnes, Miraflores

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Espanhola Gestilar investe 80 milhões em Oeiras. Vai construir 170 apartamentos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião