Chineses na corrida aos comboios do Metro de Lisboa

  • ECO
  • 28 Janeiro 2019

Há quatro interessados a concorrer às novas composições do Metropolitano de Lisboa e todos já se qualificaram. CRRC/Thales, CAF/Bombardier, Stadler/Siemens e a Alstom na corrida.

Há quatro interessados no concurso às novas composições do Metropolitano de Lisboa, entre os quais o grupo chinês CRRC, em consórcio com a Thales Portugal. Além dos chineses, estão interessados no concurso lançado no ano passado outros três: a espanhola CAF aliada à Bombardier European Investments, a Stadler Valencia em consórcio com a Siemens Mobility e a Alstom Transporte Portugal estão na corrida, escreve esta segunda-feira o Jornal de Negócios [acesso condicionado].

Em causa, a compra de 14 novas unidades triplas, o equivalente a sete comboios, e um novo sistema de sinalização com um valor base de cerca de 127 milhões de euros.

De acordo com o Negócios, todos os candidatos foram já qualificados. A adjudicação do negócio está prevista para julho sendo a data limite da entrada em funcionamento do novo equipamento o ano de 2025.

Comentários ({{ total }})

Chineses na corrida aos comboios do Metro de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião