Santana Lopes defende que “todos devem ter o seu seguro de saúde”

  • Lusa
  • 10 Fevereiro 2019

Líder do Aliança lembrou que cerca de metade dos portugueses não tem sequer rendimentos que lhe permitam pagar IRS, pelo que no acesso aos seguros de saúde "precisam de ser apoiados".

O presidente da Aliança, Pedro Santana Lopes, defendeu este domingo a generalização dos seguros de saúde para todos os portugueses, considerando “insustentável que só os ricos possam aceder ao sistema privado”.

“Todos devem ter o seu seguro de saúde”, defendeu o líder da Aliança no encerramento do I Congresso do partido, que decorreu em Évora.

Pedro Santana Lopes recordou que cerca de metade dos portugueses não têm sequer rendimentos que lhe permitam pagar IRS, pelo que no acesso aos seguros de saúde “precisam de ser apoiados”.

É preciso “mudar a estrutura de financiamento do Serviço Nacional de Saúde”, acentuou o presidente da Aliança e ex-primeiro-ministro, concluindo: “O SNS, assim como está, não dá“.

“Temos de generalizar os seguros de saúde”, preconizou, numa altura em que os partidos políticos debatem no parlamento a lei de bases da saúdem concluindo que “é insustentável que só os ricos possam escolher entre o serviço público e o serviço privado de saúde”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Santana Lopes defende que “todos devem ter o seu seguro de saúde”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião