Voi disponibiliza 100 trotinetas elétricas em Faro. Fenómeno chega ao Algarve

Depois de Lisboa, Faro torna-se a segunda cidade portuguesa a ver o fenómeno das trotinetas elétricas florescer. A Voi foi a primeira e já tem 100 trotinetas para usar na cidade.

O fenómeno das trotinetas elétricas rumou ao sul do país. A Voi, que lançou recentemente as operações na cidade de Lisboa, anunciou esta segunda-feira que passou a disponibilizar estes veículos também na cidade de Faro. Para já, foram postas 100 trotinetas nas ruas, sendo que o Algarve torna-se, assim, a segunda região em Portugal a receber as trotinetas elétricas, apurou o ECO junto de fonte oficial da Voi.

A empresa sueca já terá autorização da autarquia para operar: “O presidente da Câmara Municipal de Faro mostrou grande entusiasmo” pelo “lançamento da mobilidade partilhada” naquela cidade algarvia, garante a Voi, num comunicado em que cita Rogério Bacalhau. “Os habitantes e visitantes da cidade de Faro poderão usufruir de trotinetas elétricas, as quais poderão ser desbloqueadas através da app”, sublinha a Voi.

“O apoio da Câmara Municipal de Faro foi fundamental para que assegurar que as [trotinetas da] Voi são colocadas nos locais onde são mais necessárias. Esta colaboração resulta na oferta de uma mobilidade mais eficiente não apenas para os residentes mas também para os estudantes da Universidade do Algarve e para os milhares de turistas que a cidade recebe todos os anos”, indica o diretor-geral da Voi, Frederico Venâncio.

O custo do serviço é equivalente aos preços praticados em Lisboa. O desbloqueio de uma trotinete com o scan ao código QR (com a câmara do telemóvel) custa um euro. Os utilizadores pagam depois 15 cêntimos por cada minuto de utilização. No final, as trotinetas devem voltar a ser bloqueadas através da aplicação. O custo final é automaticamente debitado no cartão de crédito.

Comentários ({{ total }})

Voi disponibiliza 100 trotinetas elétricas em Faro. Fenómeno chega ao Algarve

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião