Casas compradas à Fidelidade são controladas pela Apollo a partir das Ilhas Caimão

  • ECO
  • 12 Fevereiro 2019

As novas proprietárias dos 271 imóveis comprados à Fidelidade por 425 milhões de euros têm como beneficiários três fundos no paraíso fiscal das Ilhas Caimão.

Os novos donos dos imóveis adquiridos pela Apollo à Fidelidade no verão passado estão sedeados nas Ilhas Caimão, adianta o Público (acesso condicionado) nesta terça-feira. O jornal explica que para concretizar esse negócio, a gestora de fundos de investimento norte-americana montou uma construção acionista em cascata que passa por duas praças financeiras. No topo estão três fundos sedeados no paraíso fiscal das Ilhas Caimão, havendo ainda pelo meio duas sociedades estabelecidas no Luxemburgo.

As novas donas dos imóveis são quatro empresas portuguesas: a Meritpanorama, a Fragrantstrategy, a Notablefrequency e a Neptunecategory. Quem detém diretamente o seu capital é a sociedade de responsabilidade limitada luxemburguesa AEPF III 35. Esta é, por sua vez, detida a 100% por outra empresa da Apollo sediada na mesma morada, a AEPF III 13.

De acordo com o Público, é através da morada Box 309 da Ugland House nas Ilhas Caimão, que é sede de 18 mil sociedades, que o grupo Apollo controla as novas proprietárias dos 271 imóveis comprados à Fidelidade por 425 milhões de euros. É onde estão sedeados os três fundos da Apollo: o Apollo European Principal Finance Fund III (Dollar A), o Apollo European Principal Finance Fund III (Master Dollar B) e o Apollo European Principal Finance Fund III (Master Euro B).

Comentários ({{ total }})

Casas compradas à Fidelidade são controladas pela Apollo a partir das Ilhas Caimão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião