Lucros da SAD do Benfica caem 27% no primeiro semestre para 14 milhões de euros

É o quinto ano consecutivo em que a SAD apresenta lucros nos primeiros seis meses da época. Sem vendas, resultados caíram 26,6%.

O Benfica registou, no primeiro semestre da época desportiva 2018/2019, mais de 14 milhões de euros de lucro, uma queda de 26,6% em relação ao mesmo período da época anterior, quando chegaram aos 19,1 milhões. É o quinto ano consecutivo em que a SAD apresenta lucros nos primeiros seis meses da época, indica o Benfica, no relatório de contas enviado à CMVM. E este ano sem o benefício de ter sido campeão português.

Os encarnados explicam a queda nos lucros com a “redução do resultado com transações de direitos de atletas”, devido à nova política estratégica da SAD. Esta baseia-se, nomeadamente, em “manter no plantel pelo maior período de tempo possível os principais atletas e os jovens jogadores formados no Caixa Futebol Campus com maior potencial”, apontam.

Com menos saídas de jogadores, os resultados com as transações dos atletas passaram de quase 40 milhões de euros, para 21,2 milhões, uma queda de 46,9%. Entre as principais transações de jogadores está a transferência definitiva de Talisca para o Guanzhou Evergrande, por 19,2 milhões de euros.

Por outro lado, a participação na Liga dos Campeões e as receitas televisivas ajudaram a equilibrar as contas. O montante obtido com as receitas de televisão e prémios distribuídos pela UEFA quase duplicaram, chegando aos 72,1 milhões de euros. As receitas com a televisão passaram a pesar quase 70% nos rendimentos operacionais, sem os direitos dos atletas.

(Notícia atualizada às 20h45)

Comentários ({{ total }})

Lucros da SAD do Benfica caem 27% no primeiro semestre para 14 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião