Rio afasta Mota Amaral da lista do PSD às europeias

  • ECO
  • 13 Março 2019

O presidente do partido não terá gostado da forma como Mota Amaral tentou impor a sua presença nos lugares elegíveis da lista às eleições europeias.

O presidente do PSD vai afastar Mota Amaral da lista para as eleições europeias. Rui Rio não terá gostado da forma como o social-democrata tentou impor a sua presença nos primeiros lugares e já decidiu deixá-lo de fora das seis primeiras posições consideradas elegíveis. A notícia foi avançada pelo Expresso (acesso condicionando).

A decisão surge na sequência de uma polémica em torno do lugar que iria ser ocupado pelo político açoriano, bem como de uma série de declarações à imprensa. Nelas, Mota Amaral disse descartar a hipótese de aceitar um lugar não elegível na lista do PSD. Uma atitude que terá caído mal junto do líder do partido, que acabou por tomar a decisão de não incluir o nome de Mota Amaral nos lugares elegíveis.

Rui Rio vai reunir esta quarta-feira à tarde com a direção do PSD, naquela que será a primeira vez que discute a lista das europeias. Segundo o jornal, entre os seus lugares elegíveis na lista do PSD, só está em dúvida o nome a ocupar um dos lugares da lista que vai ser encabeçada por Paulo Rangel.

Os primeiros lugares da lista do PSD às eleições europeias deverão ser ocupados, assim, por Paulo Rangel, Lídia Pereira (presidente da juventude do PPE) e Álvaro Amaro (presidente da Câmara da Guarda), bem como pelos atuais eurodeputados José Manuel Fernandes e Cláudia Aguiar.

(Notícia atualizada pela última vez às 10h27)

Comentários ({{ total }})

Rio afasta Mota Amaral da lista do PSD às europeias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião