Parlamento britânico vai votar segundo referendo ao Brexit

Os deputados britânicos votam esta tarde uma moção do Governo para adiar o prazo para concretizar o Brexit e, além disso, vão ter a possibilidade de votar a realização de um segundo referendo.

Será que à terceira é de vez? Depois de duas reprovações consecutivas (primeiro chumbo do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia e, no dia a seguir, a rejeição de uma saída sem acordo), os deputados britânicos voltam esta quinta-feira à Câmara dos Comuns para votar a extensão do Artigo 50.º. Mas, além disso, vão ter pela primeira vez a oportunidade de votar a possibilidade de realizar um segundo referendo sobre o Brexit.

Tal como aconteceu nos dias anteriores, a votação está marcada para as 19h desta quinta-feira, naquele que é já o terceiro dia de importantes debates e votações sobre saída do Reino Unido da União Europeia (UE), avança o The Guardian (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

Sarah Wollaston, a deputada que deixou o Partido Conservador de Theresa May para criar o Grupo Independente no Parlamento, apresentou esta manhã uma moção para adiar o Brexit e para que possa haver uma nova consulta pública, na qual os eleitores serão chamados, pela primeira vez, a votar a possibilidade de realizar um segundo referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

David Lidington, membro do Parlamento do Reino Unido, considera que a posição do Governo perante a votação de um segundo referendo “não deverá ser surpresa”. “Não acredito que outro referendo traga a solução de que precisamos. Penso até que vai trazer mais divisão”, afirmou.

Já Starmer, do Partido Trabalhista britânico, salienta que “hoje o dia é sobre o Artigo 50.º, não sobre um segundo referendo”, acrescentando que o seu partido não irá apoiar a emenda sobre um segundo referendo. “Muitos colegas aqui e fora daqui apoiam totalmente a causa que a deputada também apoia, mas discordam veementemente que esta emenda seja apresentada hoje”, sustentou, acrescentado que se trata de “uma questão de timing”.

Recorde-se que, ainda esta tarde, vai ser votada uma moção apresentada pelo Governo de May para pedir à UE uma extensão do prazo de saída, marcado já para o próximo dia 29 de março.

Comentários ({{ total }})

Parlamento britânico vai votar segundo referendo ao Brexit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião