App criada pelo Governo ajuda viajantes em situação de emergência

Já existe desde 2017, mas agora tem novas funcionalidades. A app "Registo Viajante" pretende ajudar os cidadãos que estejam em situação de emergência no estrangeiro.

A app “Registo Viajante” foi criada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) em 2017, mas adquire agora novas funcionalidades em prol da defesa dos portugueses pelo mundo. Através do registo, esta é capaz de localizar e ajudar os utilizadores que se encontrem em zonas afetadas por uma crise, catástrofe social, natural ou emergência.

“Este é o resultado de uma realidade que se impõe e que exige do Estado um acompanhamento mais aproximado dos cidadãos“, disse José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, na apresentação que decorreu durante a Bolsa de Turismo de Lisboa, na FIL.

A aplicação é direcionada para portugueses que se encontrem em mobilidade ou emigração circular de forma a permitir que sejam ativados os meios necessários para cada situação de emergência. O objetivo é aumentar a capacidade de resposta dos serviços de proteção consular.

O produto foi desenvolvido pela ARMIS e já conta com mais de 40 mil utilizadores e uma média de 940 viagens registadas por mês. Para além da sua principal função, a app também dá informação útil sobre o país e cidade onde o utilizador se encontra, contém o mapa da rede dos consulados portugueses pelo mundo, e permite o acesso a contactos úteis para situações de necessidade.

José Luís Carneiro considera que esta iniciativa permite a “monitorização, consolidação e sistematização dos dados dos viajantes e facilita a relação entre os serviços e os cidadãos”. Esta medida faz parte do “esforço de modernização gradual do ministério” e dos serviços consulares. A progressiva digitalização do MNE pretende chegar a “permitir aos cidadãos interagir com os serviços sem ter que fazer deslocações“, justificou o secretário de Estado.

Comentários ({{ total }})

App criada pelo Governo ajuda viajantes em situação de emergência

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião