BPI coloca 500 milhões de euros em obrigações hipotecárias

Procura superou seis vezes a oferta neste regresso do BPI ao mercado de obrigações hipotecárias. Vai pagar um juro pouco acima de 0,34%. Emissão destina-se a financiar atividade do banco.

O BPI concretizou esta sexta-feira uma emissão de 500 milhões de euros em obrigações hipotecárias a cinco anos, numa operação que registou forte interesse do mercado, permitindo baixar a taxa de juro do financiamento para apenas 0,34%. O banco “assinala com grande sucesso o regresso como emitente ao mercado institucional de dívida”.

No total, a procura ascendeu a mais de 3.100 milhões de euros, seis vezes mais do que o montante que o banco liderado por Pablo Forero pretendia emitir em títulos de dívida que têm como garantia uma carteira de créditos hipotecários do BPI e que contou um um rating de boa qualidade, Aa3 e AA (low), atribuída pela Moody’s e DBRS respetivamente.

O banco refere em comunicado que “aproveitou as condições favoráveis para ser o primeiro emitente português a recorrer ao mercado de dívida covered em 2019”. Há nove anos que o BPI não emitia neste segmento.

Por esta emissão, vai pagar uma taxa de juro de 25 pontos base sobre a taxa mid swap, ou seja, uma taxa de 0,343%. A taxa de cupão foi fixada em 0,25%, revela o banco.

Participaram mais de 140 investidores institucionais na emissão, “o que demonstra o amplo reconhecimento da qualidade de crédito deste tipo de emissões bem como a confiança associada ao BPI“, sublinha a instituição.

Esta emissão destina-se a financiar o crescimento previsto para a atividade do BPI, de acordo com o plano estratégico 2019-21, tendo contado com o apoio de um sindicato bancário composto pelo Barclays, CaixaBank, LBBW, Natixis e UniCredit.

Comentários ({{ total }})

BPI coloca 500 milhões de euros em obrigações hipotecárias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião