Santander baixa spread da casa para 1,2%. Deixa BCP, Novo Banco e BPI para trás

O banco liderado por Pedro Castro e Almeida reviu em baixa a margem mínima que cobra para financiar a compra de casa. Passa a ter o spread mínimo mais baixo entre os maiores bancos nacionais.

Novo episódio na “guerra dos spreads” da casa. Depois do BPI e do Crédito Agrícola, também o Santander Totta reviu em baixa a margem mínima que cobra para financiar a compra de casa. O banco liderado por Pedro Castro e Almeida colocou o spread mínimo do crédito à habitação em 1,2%. Passa a ser o mais baixo entre os cinco maiores bancos, ao deixar de igualar o BCP, Novo Banco e o BPI.

Foi nesta segunda-feira que o Santander baixou no seu preçário o spread mínimo do crédito da casa. Este passou para 1,20%, depois de ter estado fixado em 1,25% ao longo dos últimos dez meses. No caso dos clientes afluentes, a taxa baixou de 1,15% para 1,10%.

Esse era o valor que o Santander Totta partilhava até agora com o BCP, o Novo Banco e o BPI, como sendo o spread mínimo mais baixo entre os cinco maiores bancos.

Spreads mínimos da casa de dez bancos

Fonte: Preçários dos bancos

A instituição financeira liderada por Pedro Castro e Almeida distancia-se ainda da Caixa Geral de Depósitos que tem uma margem mínima de 1,30%.

A mexida do Santander acontece ainda cerca de uma semana depois de também o Crédito Agrícola ter revisto em baixa o seu spread mínimo colocando-o nos 1,2%. Trata-se do terceiro mais baixo do mercado, com apenas o Bankinter e o Banco CTT a terem valores inferiores.

Há pouco mais de um mês também o BPI tinha revisto e baixa a sua margem mínima, colocando-a nos 1,25%, valor que na altura passou a igualar o BCP e o Novo Banco.

Os maiores bancos nacionais começam assim a aproximar-se cada vez mais da oferta mais competitiva do mercado atualmente ainda no controlo dos bancos mais pequenos. Mais em concreto o Bankinter que apresenta o spread mínimo mais baixo do mercado nos 1%, logo seguido pelo Banco CTT que tem o respetivo valor em 1,1%.

No lado oposto, o Eurobic e o Montepio mantêm as margens mínimas menos atrativas do mercado nos 1,49% e 1,5%, respetivamente.

Comentários ({{ total }})

Santander baixa spread da casa para 1,2%. Deixa BCP, Novo Banco e BPI para trás

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião