Abreu Advogados e Carpe Diem põem Alfama no roteiro das artes de Lisboa

A sociedade de advogados e a associação firmaram parceria com o objetivo de potenciar as artes, junto do público que visita diariamente Alfama.

A Abreu Advogados e a Carpe Diem Arte e Pesquisa assinaram um protocolo de parceria para a promoção conjunta das artes plásticas. A sociedade de advogados e a associação de âmbito cultural firmaram uma parceria para a cooperação e empenho estratégico com o objetivo de potenciar as artes, junto de um alargado público que diariamente visita o escritório de advogados ou esta zona histórica da cidade de Lisboa.

As exposições de arte, visitas guiadas, debates e encontros são algumas das atividades definidas nesta cooperação, cujo arranque acontece esta quinta-feira, com a inauguração de uma exposição de obras de Jorge Nesbitt, na sede da Abreu até ao próximo dia 30 de junho.

“Quando comecei a definir as linhas deste projeto percebi que a Abreu Advogados seria um parceiro à medida do desafio, pois sabia que tinha que ser alguém com uma localização privilegiada e que tivesse a coragem e ousadia de explorar connosco um caminho indispensável de promoção das artes junto de diferentes públicos, a começar pelas suas próprias equipas” diz o diretor artístico do CDAP Lourenço Egreja, citado em comunicado.

“Estamos muito satisfeitos e empenhados no sucesso da iniciativa de contributo para a consolidação da cultura nacional e a consciência cívica contemporânea e patrimonial”, admite ainda.

O diretor artístico do Carpe Diem, Lourenço Egreja, e os sócios da Abreu Advogados, Inês Sequeira Mendes e Manuel Andrade Neves, assumem a dinamização cultural do projeto este ano e definiram em conjunto os objetivos a atingir com esta inovadora parceria entre a sociedade de advogados e o mundo das artes. “Estamos também cientes da importância que temos ao assumir este caminho de forma pioneira e contamos com um parceiro com elevada experiência neste setor”, acrescenta Manuel Andrade Neves, também citado em comunicado.

Durante o ciclo de 2019 a natureza será o tema central. Motivo também presente na escolha do primeiro dia de Primavera, 21 de março, para apresentar as 13 obras de Jorge Nesbitt. Em julho e em outubro serão apresentadas obras de Catarina Leitão e Jorge Santos.

Comentários ({{ total }})

Abreu Advogados e Carpe Diem põem Alfama no roteiro das artes de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião