Lucros crescem, dividendos também. Mas a Sonae cai mais 1% na bolsa de Lisboa

A holding lucrou mais. E até aumentou o valor a entregar em dividendos, mas está a ser penalizada em bolsa, numa sessão negativa nos mercados europeus.

A Sonae está em queda na bolsa. Apesar de ter revelado um forte crescimento dos lucros, mas também um aumento da remuneração aos acionistas de 5%, os títulos lideram as perdas na praça nacional, isto numa sessão marcada por desempenhos negativos na generalidade das bolsas do Velho Continente.

A holding que ainda é co-liderada por Paulo Azevedo registou um resultado líquido de 222 milhões de euros, tendo revelado que vai propor o pagamento de um dividendo de 4,41 cêntimos por ação. Ainda assim, recua 1,23% para 96,25 cêntimos por ação, apresentando o pior registo entre as 18 cotadas do PSI-20.

A queda da Sonae, a par da de 0,7% das ações do BCP, leva o índice de referência português a recuar 0,05% para os 5.262,85 pontos. Na Europa, o Stoxx 600 cede 0,15%.

A pesar no comportamento da bolsa lisboeta estão também as empresas do setor da pasta e papel, sendo aqui influenciadas negativamente pelo comportamento do câmbio entre o euro e o dólar isto depois de a Fed ter empurrado para o próximo ano uma potencial subida da taxa diretora. A Navigator cede mais de 1%, enquanto a Altri cai 0,28% para cotar nos 7,24 euros.

Poucas cotadas escapam ao “vermelho” na bolsa nacional. Destaque, essencialmente, para os títulos do setor da energia, com a EDP a somar 0,33% para 3,344 euros, mas principalmente para a Galp Energia. Numa altura em que o petróleo está perto dos 70 dólares por barril, as ações da petrolífera nacional somam 0,42% para 14,47 euros.

(Notícia atualizada às 8h11 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Lucros crescem, dividendos também. Mas a Sonae cai mais 1% na bolsa de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião