Cascais terá transportes públicos gratuitos para residentes a partir de 2020

  • Lusa
  • 29 Março 2019

A autarquia de Cascais anunciou, esta sexta-feira, que a partir de 2020 os residentes terão à sua disposição um serviço gratuito de mobilidade dentro do concelho.

O município de Cascais terá, a partir de 2020, um serviço gratuito de mobilidade dentro do concelho, para os residentes, o que vai introduzir também alterações na política de estacionamento, anunciou esta sexta-feira a autarquia. De acordo com uma nota enviada à agência Lusa, o objetivo é que Cascais, no distrito de Lisboa, seja “o primeiro concelho do país a ter mobilidade interna gratuita para todos os residentes”.

“É uma política que se explica pelos ganhos de liberdade em mobilidade, pelos ganhos de economia individual e coletiva, e pela responsabilidade ambiental e social que nos norteia”, afirma o presidente da autarquia, Carlos Carreiras (PSD), citado na nota.

Segundo o executivo, também o estacionamento no concelho irá sofrer alterações, por forma a “adaptar-se à nova realidade metropolitana”. “Todos os munícipes registados na aplicação MobiCascais terão direito a 100 minutos de estacionamento gratuitos por dia (exceto nas zonas vermelhas e de acordo com o regulamento em vigor) e vai proceder-se a uma harmonização de horário de cobrança”, esclarece a autarquia.

O horário pago de estacionamento para todo o concelho ficará limitado ao período entre as 09:00 e as 19:00, com exceção para as zonas de estacionamento controlado do concelho e regulamento específico, previstas no regulamento geral.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cascais terá transportes públicos gratuitos para residentes a partir de 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião