Prova dos 9: Paulo Rangel não fez trabalho no PE, como diz Pedro Marques?

Pedro Marques critica Paulo Rangel por não ter atividade política no Parlamento Europeu no mandato que agora vai terminar. O ECO foi fazer a Prova dos 9.

Paulo Rangel é, pela terceira vez, o cabeça de lista do PSD às eleições europeias. Eurodeputado, Rangel está exposto à avaliação do seu trabalho no Parlamento Europeu. E, segundo o ex-ministro das Infraestruturas e número um da lista do PS às europeias, Rangel fez pouco ou nada. Pedro Marques escreve que o eurodeputado social-democrata fez, nesta legislatura, “um relatório legislativo e um relatório não legislativo”, assinalando que está na posição 597 da lista global de eurodeputados, que é “de mais de 750 deputados”. O ECO fez a Prova dos 9.

A frase

“Paulo Rangel não fez trabalho no PE (…) Isso significa que dos mais de 750 deputados, Paulo Rangel está no brilhante lugar 597 em trabalho no PE”, escreveu o cabeça de lista às eleições europeias, Pedro Marques, na sua conta de twitter.

Os factos

Em primeiro lugar, é preciso esclarecer que há mesmo rankings de trabalho parlamentar dos eurodeputados (uma ideia que deveria ser levada à prática no Parlamento português), uma forma de escrutínio do que cada um dos 750 eurodeputados. Em segundo lugar, há um ranking global e rankings por tipo de intervenção. E é também possível avaliar quais os grupos parlamentares (leia-se famílias políticas) com mais intervenções e, até por país de origem. E desde novembro de 2017, passou a haver uma avaliação mais fina do exercício de mandato no Parlamento Europeu.

Para se perceber melhor a afirmação de Pedro Marques, é preciso detalhar os vários rankings de avaliação do trabalho parlamentar dos eurodeputados. Quais são?

  1. Perguntas (por escrito)
  2. Moções
  3. Relatórios
  4. Opiniões
  5. Discursos
  6. Declarações
  7. Assiduidade no Plenário
  8. Pedido de recontagem de votos

É o conjunto destas listas que permite chegar ao ranking global da atividade parlamentar dos eurodeputados. Neste momento, o primeiro lugar na lista é do italiano Antonio Tadjani, do Partido Popular Europeu (precisamente a família política em que está Paulo Rangel), com um score global de 335 pontos.

O eurodeputado português com melhor score no ranking global é… o deputado do PSD, José Manuel Fernandes, que está no 33º lugar, com um score de 133 pontos, claramente à frente de todos os outros. Paulo Rangel, por seu lado, tem um score global de 73,80 pontos. Qual é afinal, a sua posição?

Prova dos 9

 

 

Paulo Rangel está efetivamente na posição 597 do ranking, mas apenas em um dos oito critérios avaliados, o dos relatórios. No entanto, ao contrário do que escreve Pedro Marques, o ranking global da atividade parlamentar de Paulo Rangel mostra que o eurodeputado social-democrata está na posição 150ª e é o 6º na lista dos eurodeputados portugueses. Portanto, o candidato socialista usa um critério apenas (e esse correto) para passar uma mensagem errada.

Por comparação com os parlamentares que vão novamente a votos, Pedro Silva Pereira, que está no 3º lugar na lista do PS, aparece na posição 298º do ranking global, com um score de 44,70, e é o 12º entre os deputados portugueses. Já Nuno Melo, do CDS, é o 19º na lista dos portugueses e é o 463º no ranking global (25,50). No top cinco dos eurodeputados portugueses, depois de José Manuel Fernandes, aparecem Miguel Viegas (PCP), Marinho e Pinto, João Ferreira e Ricardo Serrão Santos.

Comentários ({{ total }})

Prova dos 9: Paulo Rangel não fez trabalho no PE, como diz Pedro Marques?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião