Jerónimo Martins vai distribuir 38 milhões em prémios por trabalhadores de lojas e logística

Grupo de Soares dos Santos aumentou prémio anual dos colaboradores para 475 euros. O prémio é idêntico nos três países onde opera e chegará a 80% dos colaboradores, equivalente a quase 10% do lucro.

A Jerónimo Martins anunciou um aumento de 6% do prémio anual a partilhar com os colaboradores do grupo, que assim chegará este ano aos 475 euros por trabalhador. O aumento surge em resultado da “satisfação com os resultados atingidos em 2018” manifestada pela administração da Jerónimo Martins e beneficiará sobretudo os colaboradores das lojas e de logística.

“Este prémio individual, cujo valor é igual nos três países onde o Grupo opera, abrange cerca de 80% dos colaboradores e corresponde a um montante global de 38 milhões de euros, equivalente a aproximadamente 10% dos resultados líquidos consolidados alcançados no ano passado”, avançou a empresa em comunicado. O Grupo Jerónimo Martins emprega atualmente cerca de 108.500 colaboradores, 30% dos quais em Portugal onde, em 2018, criou 713 postos de trabalho.

Segundo a mesma fonte, o prémio, de natureza extraordinária, “acumula com a remuneração variável mensal em vigor e com os vários programas e ações de apoio aos colaboradores nas áreas da Saúde, da Educação e do Bem-Estar Familiar”. A empresa investiu mais de 2,7 milhões nestes programas em Portugal, detalha ainda a Jerónimo Martins.

Estes 38 milhões de euros são uma das parcelas dos prémios que a Jerónimo Martins paga ao longo de um ano fiscal.

Em 2018, por exemplo, o valor global em prémios ascendeu a 110 milhões, conforme revelou Pedro Soares dos Santos na apresentação dos resultados do grupo. Nestes 110 milhões pagos em 2018, contavam-se cerca de 450 euros de prémio anual a colaboradores das lojas e logística, valor que será então aumentado em 6% para 2019.

Comentários ({{ total }})

Jerónimo Martins vai distribuir 38 milhões em prémios por trabalhadores de lojas e logística

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião