Política de juros baixos do Japão dura “pelo menos” mais um ano

  • ECO
  • 25 Abril 2019

Taxas de juro de curto e longo prazo extremamente baixos vão manter-se "por um longo período de tempo, pelo menos até à primavera de 2020", diz o Banco do Japão.

O Banco do Japão tem seguido uma política monetária expansionista, à semelhança de outros bancos centrais mundiais. Vai manter os juros baixos mas, pela primeira vez, veio dar um prazo a este nível de taxas. Vai durar “pelo menos” mais um ano.

“O Banco do Japão pretende manter os atuais níveis das taxas de juro de curto e longo prazo extremamente baixos por um longo período de tempo, pelo menos até à primavera de 2020”, referiu Haruhiko Kuroda, governador do Banco do Japão, citado pela Reuters.

Esta afirmação marca uma mudança no discurso do banco central japonês. Até agora, o governador afirmava sempre que iria manter os juros baixos “por um longo período de tempo”.

A alteração do discurso está em linha com o que se verificou na Reserva Federal dos EUA e no Banco Central Europeu, sendo a explicação para esta mudança a mesma: o aumento das incertezas quanto ao rumo da economia global.

"O Banco do Japão pretende manter os atuais níveis das taxas de juro de curto e longo prazo extremamente baixos por um longo período de tempo, pelo menos até à primavera de 2020.”

Haruhiko Kuroda

Governador do Banco do Japão

A procura global está mais fraca, mas a pesar nas perspetivas para a economia mundial estão também as tensões comerciais entre a China e os EUA.

Kuroda diz, em declarações citadas pela Reuters, que apesar de da data de validade para os juros baixos, está pronto para ajustar a política rapidamente, se necessário, para sustentar a dinâmica da economia para atingir a sua meta de inflação de 2%.

“É provável que leve mais algum tempo para atingir a nossa meta”, disse Kuroda. “A economia está a manter a dinâmica para atingir nossa meta de preços. Mas esse impulso carece de força”, rematou.

Comentários ({{ total }})

Política de juros baixos do Japão dura “pelo menos” mais um ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião