Rio fala às 18h30. Só recuo do PSD pode evitar demissão de Costa

O líder social-democrata já tem hora marcada para falar. Cristas abriu caminho para o fim da crise política, mas esta só termina se Rui Rio recuar também.

Rui Rio fala este domingo às 18h30, no Porto, quebrando o silêncio a que se remeteu depois de António Costa ter aberto uma crise política por causa da lei dos professores. A posição do PSD será determinante para perceber se o Governo se demitirá. Só um recuo de Rio evitará a queda do Executivo, mesmo depois de Cristas ter admitido voltar atrás.

Na comissão parlamentar de Educação e Ciência, uma coligação entre PSD, CDS, BE e PCP aprovaram a contagem integral do tempo de serviço nas carreiras dos professores. O chefe do Governo informou o Presidente da República que se demite se na votação final global – que pode acontecer até 15 de maio -, os partidos repetirem as votações que fizeram em sede de especialidade.

A crise política estava instalada. Mas as posições de PSD e CDS não foram bem entendidas por todos dentro dos próprios partidos, segundo relatos da comunicação social. Este domingo de manhã, Assunção Cristas anunciou que vai levar a plenário, no momento da votação final global, parte da proposta inicial sobre os professores e que faz depender o pagamento das progressões da verificação de um conjunto de condicionalismos – crescimento económico, sustentabilidade financeira, revisão do estatuto dos docentes e do regime de aposentação. Sem estas condições aprovadas, o CDS muda o voto e admite passar de um voto a favor para um voto contra.

Este pode ser um primeiro passo para o fim da crise política – que Marcelo Rebelo de Sousa ainda não comentou -, mas não é o suficiente. Se PSD, BE e PCP mantiverem o voto a favor, a lei passa com 125 votos (contabilizando também dois do PEV). Assim, é preciso que o PSD admita voltar atrás para que a crise política termine. Se isso acontecer, BE, PCP e PEV não terão votos que cheguem para aprovar a lei.

A declaração de Rui Rio, que tem estado em silêncio desde que Costa falou – sendo o único líder partidário que não se pronunciou até agora -, é por isso aguardada com expectativa.

 

 

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rio fala às 18h30. Só recuo do PSD pode evitar demissão de Costa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião