Sonae IM investe em tecnológica israelita Cellwize. De olhos postos na rede 5G

O mais recente investimento da Sonae IM foca-se numa empresa israelita de automação da rede móvel. O desenvolvimento da tecnologia da Cellwize pode expandir-se para as infraestruturas de 5G.

O ramo de investimento da Sonae, a Sonae IM, investiu na israelita Cellwize, uma tecnológica especializada em automação da rede móvel. Com este investimento, a empresa tem nos planos o crescimento e a expansão da tecnologia, nomeadamente para as novas infraestruturas da rede 5G.

“A Cellwize está pronta para apoiar os operadores de rede móvel na transformação das suas operações, agilizando e automatizando processos, para construir as fundações de operações autónomas”, adianta Ofir Zemer, CEO da empresa, citado em comunicado. As soluções oferecidas pela empresa focam-se na experiência de cliente “independentemente do vendedor de equipamento ou tecnologia”.

Para a Sonae IM, que tem vindo a investir em várias empresas de cibersegurança e inteligência artificial, a Cellwize é “um fornecedor de referência para operadores de rede, num mundo de crescente complexidade da rede móvel”, indica Carlos Alberto Silva, diretor executivo na Sonae IM.

Para além da Sonae, também a Deutsche Telekom Capital Partners, Viola Ventures, Green Apple Tech e Vintage Investment Partners investiram na Cellwize. A tecnológica israelita está presente em vários países, e tem como clientes operadoras como a Telefónica, a Axiata e a Bell Canada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonae IM investe em tecnológica israelita Cellwize. De olhos postos na rede 5G

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião