Banco do Canadá vai passar a avaliar riscos das alterações climáticas

  • Lusa e ECO
  • 17 Maio 2019

O banco central do Canadá anunciou na quinta-feira que vai passar a avaliar os riscos colocados pelas alterações climáticas à economia e ao sistema financeiro do país.

O Banco do Canadá quer perceber qual o impacto das alterações climáticas na economia e no sistema financeiro e quer que este seja um trabalho desenvolvido em conjunto com os parceiros internacionais da Rede para um Sistema Financeiro Sustentável.lusasasa

O anúncio foi feito durante a apresentação da Análise do Sistema Financeiro de 2018, na qual se identificaram as principais vulnerabilidades e os riscos mais significativos à estabilidade financeira do Canadá.

“Queremos compreender melhor os riscos que as alterações climáticas colocam à economia e ao sistema financeiro”, informou a instituição financeira, no texto que acompanha a divulgação daquela Análise, disponibilizado na sua página na internet.

Para tal, o banco central canadiano adiantou que vai “colaborar com parceiros nacionais e internacionais para construir capacidade analítica” e “integrar os riscos relacionados com o clima na análise da estabilidade financeira”.

Aqueles parceiros internacionais correspondem a um grupo de banqueiros centrais e outras autoridades de supervisão que criaram a Rede para um Sistema Financeiro Sustentável (‘Network for Greening the Financial System’).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Banco do Canadá vai passar a avaliar riscos das alterações climáticas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião