Plano Juncker já mobilizou quase 400 mil milhões em investimentos

O FEIE conseguiu uma dotação de 398,6 mil milhões de euros de investimento até maio, valor que servirá para fomentar o financiamento às startups e PME da União Europeia.

O Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE),o pilar central do Plano Juncker, já terá garantido cerca de 400 mil milhões de euros de investimento. O número é avançado pela Comissão Europeia (CE), esta segunda-feira, que cita o resultado da última reunião do Conselho de Administração do Banco Europeu de Investimento (BEI).

De acordo com a entidade liderada por Jean-Claude Juncker, o FEIE conseguiu alavancar 398,6 mil milhões de euros em investimentos, valor que se aproxima da nova meta de 500 mil milhões de euros prevista para o final de 2020.

Neste mês de maio já estavam aprovados, no âmbito do Plano Juncker, 73,8 mil milhões de euros em acordos de financiamento localizados nos diferentes 28 Estados-membros da União Europeia.

O FEIE é um elemento chave no âmbito da implementação do Plano de Investimento para a Europa que tem como objetivo incentivar o investimento, de modo a criar emprego, estimular o crescimento e a competitividade, dar resposta às necessidades económicas a longo prazo, bem como reforçar a capacidade produtiva e das infraestruturas da UE. Permite o investimento em projetos infraestruturais e em pequenas e médias empresas (PME).

A expectativa vai no sentido de que através deste instrumento cerca de 949 mil startups e PME beneficiem de um melhor acesso ao financiamento. Atualmente, os cinco países que mais beneficiam do Plano Juncker, em termos do investimento apoiado face ao PIB, são a Grécia, Estónia, Bulgária, Portugal e Letónia.

“As operações aprovadas em Portugal no âmbito do Plano de Investimento para a Europa – mais conhecido por Plano Juncker – representam já um volume de financiamento total de 2,5 mil milhões de euros, prevendo-se que venha a mobilizar um montante total de 8,7 mil milhões em investimentos. São 40 projetos envolvidos e 11.950 pequenas e médias empresas e startups a beneficiar de investimento que pode chegar aos 500 mil milhões de euros na União Europeia até ao final de 2020″, revela um comunicado recente da Comissão.

Já a nível europeu o Banco Europeu de Investimentos (BEI) já aprovou 54,3 mil milhões de euros em financiamento para infraestruturas e projetos de inovação, que deverão gerar 249,7 mil milhões de euros em investimento adicional, enquanto o Fundo de Investimento Europeu, que faz parte do Grupo BEI, aprovou 19,5 mil milhões de euros em acordos com bancos intermediários e fundos para financiar as PME, que é antecipado gerem 148,9 mil milhões de euros de investimento adicional.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Plano Juncker já mobilizou quase 400 mil milhões em investimentos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião