DBRS tira BCP do “lixo”, sobe rating da CGD

Agência de notação financeira canadiana elevou o rating do banco liderado por Miguel Maya para "BBB" (baixo). Ao mesmo tempo, melhorou classificação da CGD.

Boa notícia para a banca portuguesa. A DBRS reviu em alta a notação atribuída ao banco liderado por Miguel Maya, retirando o BCP do nível de “lixo”. Passou para “BBB” (baixo), o primeiro nível de investimento de qualidade, isto ao mesmo tempo que elevou a classificação atribuída à CGD para “BBB”.

“A revisão em alta do rating do BCP reflete o progresso que o banco tem feito na melhoria da qualidade dos ativos através da redução do stock de Non-Performing Exposures (NPEs), bem como da melhoria da rentabilidade no mercado doméstico“, diz a agência de notação financeira canadiana, tendo essa mesma nota já sido dada pelo BCP em comunicado enviado à CMVM.

“A rentabilidade em 2018 foi suportada pela melhoria dos resultados em Portugal e uma sólida contribuição das operações internacionais”, nota a DBRS, lembrando os lucros de 301 milhões de euros alcançados pela instituição em 2018. Lucros que levaram o banco a regressar ao pagamento de dividendos.

Apesar da melhoria, a agência nota que o baixo rating do banco continua a refletir o “ainda elevado custo do risco e um elevado stock de NPE que, apesar de estar a melhorar, continua abaixo dos pares europeus”. Ainda assim, diz a agência, o “banco está bem posicionado para alcançar o objetivo de reduzir os NPE para três mil milhões em 2021”.

A menor exposição a créditos não produtivos, mas também a rentabilidade, explicam também a revisão em alta feita pela DBRS ao banco público, a CGD. “A melhoria da notação para ‘BBB’ tem em conta os progressos feitos, particularmente em termos da redução do crédito malparado e na rentabilidade”, refere a DBRS.

Mesmo com todos os esforços, a agência diz que a classificação da CGD “continua a refletir o ainda elevado stock de crédito malparado, bem como os desafios ao crescimento das receitas, especialmente ao aumento da margem financeira” num contexto de taxas negativas por parte do BCE.

(Notícia atualizada às 9h44 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

DBRS tira BCP do “lixo”, sobe rating da CGD

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião