Pequenas empresas de energia abrem guerra aos “turistas energéticos”. Pedem lista de devedores à ERSE

  • ECO
  • 11 Junho 2019

Os pequenos comercializadores de energia vão pedir ao regulador do setor que crie uma lista negra de devedores para combater os "turistas energéticos".

Os pequenos comercializadores de energia preparam-se para declarar guerra ao que chamam de “turistas energéticos”: clientes de luz e gás, sobretudo domésticos, que saltam de empresa em empresa e deixam um rasto de contratos e dívidas por cobrar, que acabam por prescrever.

A queixa é da Associação de Comercializadores de Energia do Mercado Liberalizado (ACEMEL), que vai propor ao regulador setorial a criação de uma lista negra de devedores, na esperança de travar este fenómeno. Segundo o Dinheiro Vivo, que avançou a notícia, entre as empresas que chamaram a atenção estão a Luzigás, a Logica Energy e a Rolear Viva.

“Não existe controlo ao turista energético. Temos dificuldades legais para controlar este fenómeno, acrescidas desde que existe o Regulamento Geral de Proteção de Dados”, disse ao jornal o presidente da associação de comercializadores de energia, Ricardo Nunes. Segundo o representante, as dívidas prescrevem em seis meses e tornam impossível às empresas a sua cobrança.

“As empresas mais pequenas são as que mais sofrem com isto. Estes turistas energéticos rodam todos. Na EDP, como tem muitos clientes, não faz tanta mossa”, sublinhou o presidente, que vai pedir ajuda à ERSE para elaborar essa lista.

Comentários ({{ total }})

Pequenas empresas de energia abrem guerra aos “turistas energéticos”. Pedem lista de devedores à ERSE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião