Donald Trump critica Mario Draghi. Fala em concorrência desleal

O presidente do BCE admitiu a possibilidade de "estímulos adicionais". Donald Trump depressa criticou as declarações de Draghi, dizendo que as mudanças provocariam concorrência desleal.

O presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump, criticou esta terça-feira as declarações do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, sobre possíveis mudanças na política monetária pelo BCE, avança a agência Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês).

Trump diz que essas alterações de que Draghi fala poderiam provocar um cenário de concorrência desleal entre a Europa e os Estados Unidos. “Mario Draghi acaba de anunciar mais estímulos, o que imediatamente derrubou o euro contra o dólar, tornando injustamente mais fácil para eles competirem contra os EUA. Eles têm conseguido isso há anos, juntamente com a China e outros”, escreveu Trump na sua conta oficial de Twitter.

Esta terça-feira, em Sintra, onde decorre o Fórum do BCE, o presidente do Banco Central Europeu disse que, caso a situação económica da Zona Euro não melhor o suficiente, “serão necessários estímulos adicionais”. O Banco Central Europeu está, segundo Draghi, pronto para usar todos os instrumentos que tem disponíveis, incluindo cortes nas taxas de juro.

“Na ausência de melhorias, de tal forma que o regresso sustentado da inflação para a nossa meta é ameaçado, serão necessários estímulos adicionais”, afirmou o líder do BCE.

Comentários ({{ total }})

Donald Trump critica Mario Draghi. Fala em concorrência desleal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião