Governo adia balanço de seguro de colheitas

  • ECO Seguros
  • 24 Junho 2019

A avaliação de riscos de fenómenos climáticos na agricultura, confiada a um grupo de trabalho, teve o seu prazo dilatado pelo Governo e será entregue a 30 de Setembro.

Um grupo de trabalho, constituído a 5 de dezembro passado e coordenado pelo Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), vai ter mais tempo para entregar um balanço sobre a gestão de riscos de fenómenos climáticos adversos na agricultura, como granizo, chuvas fortes ou seca severa, na vertente seguro de colheitas. O governo adiou a entrega da avaliação para 30 de setembro.

O adiamento é justificado pelo ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, com o facto de a indicação dos representantes das entidades participantes no grupo de trabalho só ter ficado concluído em março deste ano, de acordo com um despacho publicado na passada sexta-feira em Diário da República.

“Verifica-se ainda que, tendo sido solicitado às organizações de agricultores participantes a apresentação do balanço de aplicação dos seguros de colheita nos últimos anos, bem com um contributo sobre as possíveis modalidades de gestão de riscos a aplicar no período de programação pós-2020, apenas três entidades apresentaram contributo”, acrescenta o governante.

O grupo de trabalho tem ainda a missão de perspetivar o futuro da gestão de riscos no próximo período de programação pós-2020, com eventual diversificação da natureza dos instrumentos de apoio e do seu âmbito de atuação.

Comentários ({{ total }})

Governo adia balanço de seguro de colheitas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião