Trump anuncia sanções ao Irão

  • ECO
  • 24 Junho 2019

Donald Trump diz que as sanções têm como objetivo vedar Ayatollah Ali Khamenei a recursos financeiros e justifica a decisão dizendo que o líder é responsável pela "conduta hostil" do Irão.

O presidente Donald Trump anunciou que os EUA vão impor sanções ao líder do Irão, Ayatollah Ali Khamenei, e outros altos cargos do país. O anúncio foi feito em declarações aos jornalistas na Casa Branca, citadas pela agência Bloomberg (acesso livre, conteúdo em inglês), e aumenta as tensões geopolíticas entre EUA e Irão.

Trump disse esta segunda-feira aos jornalistas que as sanções têm como objetivo vedar Khamenei a recursos financeiros e justificou a decisão dizendo que o líder é responsável pela “conduta hostil” do Irão. “Vamos continuar a aumentar a pressão a Teerão. O Irão não pode ter armas nucleares“, afirmou Trump enquanto assinava a ordem executiva, segundo o New York Times.

O clima de tensão entre o Irão e os Estados Unidos dura há bastante tempo, mas a crispação tem aumentado desde que Donald Trump retirou os Estados Unidos, há um ano, do acordo nuclear internacional assinado, em 2015, entre os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança – Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia e China (mais a Alemanha) – e o Irão, restaurando sanções devastadoras para a economia iraniana.

O anúncio de novas sanções acontece numa altura de escalada de tensões entre os dois países, especialmente após vários incidentes aéreos e marítimos nos últimos dias, que começou com um ataque a navios petrolíferos norte-americanos no Golfo Pérsico, com os EUA a culpar o Irão.

Trump anunciou na semana passada um ataque contra três locais no Irão, que acabou por cancelar, à última hora, alegando querer evitar um elevado número de mortos. O ataque foi planeado em resposta à destruição de um drone norte-americano de 130 milhões de dólares pelas forças iranianas, na quinta-feira.

Este domingo, o enviado americano para o Irão, Brian Hook, assegurou, em conferência de imprensa no Kuwait, que os Estados Unidos “não têm nenhum interesse num confronto militar com o Irão”. O mesmo responsável adiantou que Washington “reforçou” o seu dispositivo na região “por razões puramente defensivas”.

Comentários ({{ total }})

Trump anuncia sanções ao Irão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião