Este CEO abdica de salário e bónus… para sempre

Para além de abdicar do salário, Ondrej Vlcek irá doar à caridade verbas extra recebidas da empresa. Os rendimentos do novo CEO da Avast serão apenas oriundos da posição de 2% no grupo.

Ondrej Vlcek, novo CEO da Avast, decidiu abdicar do salário e de eventuais bónus de forma perpétua, procurando desta forma sinalizar aos acionistas a confiança na empresa que valorizou 46% ao longo do último ano, já que terá como único rendimento os ganhos oriundos da sua posição de 2% no grupo de cibersegurança.

Poucos dias depois de tomar o leme à empresa, Vleck reduziu o seu salário para um dólar e anunciou que iria doar para associações de caridade toda e qualquer verba extra recebida da empresa na íntegra, como senhas de presença em reuniões de administração, por exemplo, avança a Bloomberg (acesso pago e conteúdo em inglês).

O conselho de administração da empresa já aceitou a proposta de Vlcek. “Respeitamos e louvamos a decisão, que é um testemunho de confiança no potencial de criação de valor a longo prazo da Avast”, disse Ulf Claesson, presidente do comité de remuneração, citado em comunicado.

O salário de Vlcek ficará assim ligado ao preço de mercado da fabricante de software antivírus. Foi no ano passado que a Avast entrou em bolsa, ainda sob o comando de Vincent Steckler, anterior CEO, no que foi a maior oferta pública inicial (IPO) de uma tecnológica na Bolsa de Londres.

Comentários ({{ total }})

Este CEO abdica de salário e bónus… para sempre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião