Produtora norte-americana Live Nation quer comprar o Rock in Rio

A gigante dos espetáculos Live Nation prepara-se para ficar com 60% do Rock in Rio, assumindo o controlo da maioria do capital da dona do festival.

A norte-americana Live Nation está a avançar para se tornar acionista maioritária do Rock in Rio. Aquela que é conhecida como a maior empresa de espetáculos do mundo terá em vista deter 60% do festival que nasceu no Rio de Janeiro, o que supera os 40% detidos por Roberto Medina.

Foi no ano passado que a Live Nation entrou no capital do Rock in Rio, e já na altura adiantava que, em 2019, esperava ter controlo maioritário. Agora, terá confirmado à revista IQ (acesso livre) que vai mesmo aumentar a participação para ficar sócia maioritária, através da compra dos 20% pertencentes ao promotor brasileiro IMM, que é detido por um fundo de Abu Dhabi.

A operação, que está “em processo”, terá ainda de ser aprovada pelos reguladores. A Live Nation não adiantou valores, mas um relatório da Global Legal Chronicle aponta para que o negócio com a IMM chegue aos 20 milhões de dólares, dando à norte-americana uma fatia de 60%.

A mente por detrás do festival, Roberto Medina, ficará assim com 40% do Rock in Rio, mas vai continuar a gerir os eventos, de acordo com a publicação. O Rock in Rio já se expandiu para além do Brasil, chegando a Portugal, Espanha e Estados Unidos. A edição deste ano será no Rio de Janeiro, enquanto no próximo monta os palcos em Lisboa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Produtora norte-americana Live Nation quer comprar o Rock in Rio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião