Airbnb: 25 maiores proprietários em Lisboa lucram quase 25 milhões num só ano

  • ECO
  • 27 Julho 2019

O número de unidades de alojamento local em Lisboa disparou nos últimos nove anos. Na capital portuguesa, há 25 proprietários que detém quase 3.000 unidades listadas.

O Alojamento Local (AL) continua a proliferar como cogumelos por todo o mundo, e Lisboa não é exceção. Pelo contrário. Na zona da capital, o número de alojamentos inscritos no Airbnb disparou de 3.000 para 49 mil em nove anos. Isto é sinónimo de aumento do turismo, mas também de dinheiro para os anfitriões. Os 25 maiores proprietários inscritos na plataforma recebem, num só ano, quase 25 milhões de euros.

Se em 2009 eram apenas 3.000 os alojamentos inscritos no Airbnb, em outubro do ano passado esse número já tinha aumentado para 48.785, diz o Expresso. Lisboa lidera com mais propriedades listadas (65%), à frente de Cascais (9%), Mafra e Sintra (5% cada uma) e Almada (4%).

Só no concelho de Lisboa, mais de 21 mil (67%) destas unidades de alojamento são casas ou apartamentos completos, a maioria na zona antiga da cidade, onde estão mais de 300 das 500 propriedades mais rentáveis da plataforma.

Atualmente, na Área Metropolitana de Lisboa (AML), há 25 proprietários com mais de 60 propriedades cada um, diz o Expresso, citando o livro “Lisboa e a Airbnb”. Mas, o maior proprietário da zona da capital portuguesa tem 437 unidades listadas. Ao todos, estes 25 proprietários detém 2.909 propriedades de alojamento local, representando cerca de 6% do total.

Em termos de valores, nos últimos 12 meses, estes 25 maiores proprietários geraram um rendimento superior a 24,4 milhões de euros, representando mais de 8% da receita total gerada na AML através do Airbnb.

Comentários ({{ total }})

Airbnb: 25 maiores proprietários em Lisboa lucram quase 25 milhões num só ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião