Caixa vai emitir 2.000 milhões em dívida até 2022 para cumprir requisitos

A Caixa vai ter de emitir 2.000 milhões de euros em dívida sénior nos próximos quatro anos. "É perfeitamente acomodável", diz Paulo Macedo.

Paulo Macedo anunciou aos jornalistas que a Caixa Geral de Depósitos (CGD) já foi notificada pelo Banco de Portugal dos seus requisitos de MREL (requisito mínimo de fundos próprios e créditos elegíveis).

O banco vai ter de emitir cerca 2.000 milhões de euros em dívida sénior preferencial e sénior não preferencial até final de 2022, o que é “perfeitamente acomodável” com os planos da instituição, disse Macedo. Estes requisitos constituem uma almofada de capital que os bancos têm de constituir para fazer face a eventuais dificuldades.

De acordo com o presidente do banco público, quantos mais resultados forem gerados neste período, menos terá de emitir. Ou seja, se a Caixa apresentar lucros mais robustos ao longo destes quatro anos, poderá ter de emitir menos.

José de Brito, administrador financeiro do banco, completou a informação dizendo “que é um requisito que a Caixa facilmente cumprirá mas será um peso adicional para a margem financeira”. “Na prática é uma operação que não precisamos”, referiu o CFO da CGD, frisando que a situação de solidez do banco é forte.

Comentários ({{ total }})

Caixa vai emitir 2.000 milhões em dívida até 2022 para cumprir requisitos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião