MAI já distribuiu 14 mil dísticos de acesso prioritário à rede de emergência

Administração Interna já entregou 14 mil dísticos na sede da Autoridade Nacional e aos comandos distritais de operações de socorro da proteção civil. Dísticos são para acesso prioritário à REPA.

O Ministério da Administração Interna já fez chegar 14 mil dísticos de acesso prioritário à rede de emergência de postos de abastecimento (REPA) à sede da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e aos comandos distritais de operações de socorro da proteção civil, confirmou fonte oficial da tutela ao ECO.

Conforme explicou Eduardo Cabrita no último sábado, estes dísticos estão a ser fabricados pela Casa da Moeda, que até àquele dia já tinha produzido perto de 20 mil. Deste total, 14 mil já chegaram à ANEPC e respetivos comandos distritais, a quem compete agora a distribuição por viaturas necessárias à prestação de serviços essenciais — como por exemplo as perto de 1.300 viaturas de Instituições Privadas de Solidariedade Social (IPSS) que fazem apoio domiciliário a idosos.

Os dísticos visam apenas carros descaracterizados, já que veículos como ambulâncias, carros de bombeiros, carros de polícia ou mesmo táxis, não carecem de qualquer identificação para aceder à REPA, conforme já detalharam a própria ANEPC e a Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE), em comunicado conjunto.

Além de veículos associados às IPSS, entre as viaturas “contempladas” com estes dísticos contam-se igualmente veículos necessários à prestação de serviços essenciais de manutenção de redes de energia, água, telecomunicações ou gás, por exemplo, assim como para o transporte de leite ou produtos agrícolas em fase de colheita.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

MAI já distribuiu 14 mil dísticos de acesso prioritário à rede de emergência

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião