FC Porto falha acesso à Champions e perde 44 milhões

Derrota na terceira eliminatória de acesso à Liga dos Campeões frente ao Krasnodar resulta em perda significativa de receitas para os dragões.

A derrota de ontem por 2-3 frente aos russos do Krasnodar ditou o afastamento do FC Porto da possibilidade de continuar a lutar pelo apuramento (ainda teria de afastar o Olympiacos) para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

O afastamento precoce da “liga milionária” não estava nos planos da SAD portista, que previa encaixar cerca de 44 milhões de euros com a entrada na competição de modo a compensar o investimento em contratações de jogadores que ronda os 60 milhões de euros, até agora.

Depois deste resultado, o FC Porto tem entrada direta na Liga Europa. Contudo, a diferença de receitas entre as duas competições é bastante significativa. Segundo os dados da UEFA, a entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões vale a cada equipa um prémio base de participação de 15,25 milhões de euros. A este valor acrescem receitas provenientes do coeficiente do ranking de clubes e uma percentagem do valor dos direitos de transmissão televisiva, resultando nos 44 milhões anunciados.

Na Liga Europa, o prémio base de participação é de 2,92 milhões de euros. O valor pago pelo coeficiente no ranking e pelos direitos televisivos é igualmente inferior nesta competição.

Este resultado não teve repercussões no rumo bolsista da SAD dos dragões nesta sessão. As ações estão inalteradas nos 59 cêntimos.

Comentários ({{ total }})

FC Porto falha acesso à Champions e perde 44 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião