Nova presidente do El Corte Inglés assume igualdade de género como compromisso

Igualdade de género, sustentabilidade e aposta no digital são os três principais compromissos anunciados por Marta Álvarez.

A nova presidente do El Corte Inglés, Marta Álvarez Guil, anunciou uma nova fase — mais otimista — para a cadeia espanhola com presença em Portugal. “Temos projeto e futuro”, começou por dizer, no seu primeiro discurso perante os acionistas. Marta Álvarez salientou que o El Corte Inglés é uma empresa “geradora de riqueza e emprego (90.000 empregados)” e que, além disso, é “um impulsionador de ideias, capaz de criar conceitos inovadores e de marcar tendências”. Uma das preocupações daqui para a frente é reforçar a igualdade de género na empresa, bem como apostar na sustentabilidade e no digital.

De acordo com o El País (acesso livre, conteúdo em espanhol), a nova presidente da cadeia espanhola pretende que, “pelo menos, 50% dos novos postos de trabalho sejam ocupados por mulheres”, um compromisso que, aliás, consta do plano de igualdade da empresa há alguns anos e que, no ano passado, foi até ultrapassado. Segundo o exercício finalizado no final de fevereiro de 2018, 52% das nomeações para chefes de gabinetes foram dirigidas a mulheres. No entanto, ainda há muito caminho por percorrer.

As mulheres representam apenas 5% e 34% dos dois grupos profissionais mais altos do El Corte Inglés, mas, no total, representam 64% da força de trabalho. Já em termos salariais, os homens ainda ganham mais do que as mulheres, em todos os grupos profissionais. A lacuna, estima a empresa, é de 8,8%.

Além da preocupação com a igualdade de género, Marta Álvarez anunciou, também, que a empresa vai aumentar a oferta no que toca a produtos sustentáveis e que os sacos de uso único serão gradualmente eliminados dos estabelecimento. Sem referir uma data específica para a sua eliminação, a presidente do El Corte Inglés assumiu que o objetivo é “chegar ao desperdício zero em todos os shoppings”.

Vem aí a app do El Corte Inglés

O reforço da aposta no digital é, também, um dos compromissos assumidos pela cadeia espanhola, começando, desde logo, pela forma de comunicação com os clientes. “Não há dois clientes: um digital e outro físico”, afirmou Marta Álvarez, acrescentando que é preciso “servi-los [independentemente do] canal que escolham”.

Por isso mesmo, ainda antes do final do ano, será lançada a aplicação para telemóveis, com a qual será possível realizar compras de todas as marcas, desde têxtil a eletrónica, que são vendidas nos centros comerciais. A nova app “mudará a forma de comunicação com os clientes”, adianta a presidente do El Corte Inglés. Recorde-se que, até agora, a cadeia espanhola apenas tem aplicações para o seu supermercado e para o Hipercor, além de outras aplicações que são meramente informativas.

Por outro lado, e à semelhança de outros gigantes do comércio espanhol como a Inditex, o El Corte Inglés está a passar por um processo de transformação das suas lojas, com o objetivo de potenciar a experiência. Além de comprar, a empresa pretende que os clientes “possam desfrutar, entreter-se e experimentar novas vivências e sensações”.

Comentários ({{ total }})

Nova presidente do El Corte Inglés assume igualdade de género como compromisso

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião