Marta Álvarez é a nova presidente do El Corte Inglés

  • Ricardo Vieira
  • 10 Julho 2019

Maior acionista individual do grupo foi eleita por unanimidade pelo conselho de administração do grupo. Está há mais de 20 anos na empresa.

Marta Álvarez Guil foi eleita presidente do El Corte Inglés, uma decisão unânime do conselho de administração do grupo.
“O Conselho de Administração deu-me hoje a confiança necessária para liderar uma equipa profissional que admiro, respeito e conheço muito bem, porque tenho estado ligada à empresa toda a minha vida”, disse Marta Álvarez, citada em comunicado.

A presidente destaca também que “os dois pilares fundamentais para ter sucesso no comércio são os produtos e as pessoas”, acrescentando: “Não tenho dúvidas de que no El Corte Inglés temos a melhor, a mais competente e a mais comprometida equipa de profissionais”.

Licenciada em Direito e vinculada ao grupo há mais de 20 anos, é – em conjunto com a sua irmã Cristina Álvarez – através da Carteira IASA, a maior acionista individual do El Corte Inglés.

Marta Álvarez vai surpervisionar as funções dos dois CEOs do Grupo, Jesús Nuño de la Rosa – que assumiu a presidência o ano passado – e Victor del Pozo.

Jesús Nuño de la Rosa mantém as presidências das Viagens El Corte Inglés, Seguros El Corte Inglés, Informática El Corte Inglés e Financeira El Corte Inglés, e desempenha funções de CEO com responsabilidades nas filiais do grupo. Por sua vez, o Víctor del Pozo tem funções de primeiro executivo nas áreas corporativas (económico-financeira, imobiliária, recursos humanos e consultoria jurídica, entre outras) e nas áreas de retalho, incluindo empresas como o Supercor, Bricor e Sfera.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Marta Álvarez é a nova presidente do El Corte Inglés

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião