Acionistas da Sotheby’s dão luz verde à venda ao dono da Altice

O negócio entre a Sotheby's e Patrick Drahi recebeu o apoio de 91% das ações da leiloeira que votaram sobre a aquisição.

O dono da Altice, Patrick Drahi, pode avançar para a compra da Sotheby’s. Os acionistas da leiloeira deram luz verde ao negócio avaliado em 3,7 mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros). A aquisição é feita pela BidFair, uma das empresas do colecionador de arte Patrick Drahi.

O negócio recebeu o parecer favorável de 91% das ações a votar numa reunião extraordinária, que tomou lugar em Nova Iorque, adianta o Financial Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês). A leiloeira sinalizou que a compra está encaminhada para ser concluída no último trimestre deste ano.

Os termos do negócio pressupõem uma oferta pública de aquisição, no âmbito da qual os acionistas irão receber 57 dólares, em dinheiro, por cada ação da leiloeira. Os títulos da Sotheby’s dispararam para 55,65 dólares por ação em junho, após o anúncio de que foi comprada pela BidFair. Atualmente negoceiam próximo dos 57 dólares.

Esta aquisição não foi de início aceite por todos. No mês passado, um dos investidores da Sotheby’s, a gestora de fundos RWC Partners, mostrou-se preocupada com alguns dos aspetos do negócio, nomeadamente o preço. A RWC criticou também a decisão da Sotheby’s de não contactar o maior investidor para uma contraproposta.

Comentários ({{ total }})

Acionistas da Sotheby’s dão luz verde à venda ao dono da Altice

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião