Este é o novo logótipo da Volkswagen. Veja aqui a evolução desde 1937

A marca de Wolfsburgo atualizou o seu logótipo. O design revela agora um logótipo bidimensional, reduzido aos seus elementos essenciais, um V e um W, em formato minimalista.

A Volkswagen tem um novo logótipo. O rebranding acontece cerca de oito anos depois da última alteração à imagem gráfica da marca de Wolfburgo. O design revela um logótipo minimalista, bidimensional e reduzido aos seus elementos essenciais em vez do efeito 3D adotado desde o início do milénio.

De acordo com um comunicado emitido pela marca alemã, a mudança marca o início de uma nova era para a Volkswagen. O futuro é elétrico e com preocupações ambientais. Por isso a Volkswagen faz coincidir o lançamento do logótipo com a apresentação do novo veículo totalmente elétrico, o ID.31, no Salão Automóvel de Frankfurt, que abre ao público no dia 12 de setembro naquela cidade alemã.

“Ao formular novos conteúdos com novos produtos, a marca passa por uma transformação fundamental em direção a um futuro com um balanço neutro de emissões de carbono. Agora é a hora certa para tornar a nova atitude da nossa marca visível para o mundo exterior“, afirma Jürgen Stackmann, membro do conselho de administração e responsável pelas vendas, marketing e pós-venda da Volkswagen.

O design da marca que é agora desvendado é apelidado pelos responsáveis de “novo Volkswagen”, sendo o seu rebranding um dos maiores projetos deste tipo na indústria automóvel.

No total, vão estar envolvidos 171 mercados em 154 países. A marca prevê mudar cerca de 70 mil logótipos nas 10 mil instalações de revendedores e parceiros de serviços em todo o mundo.

Veja a evolução do logótipo na fotogaleria em baixo.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Este é o novo logótipo da Volkswagen. Veja aqui a evolução desde 1937

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião