Direto Draghi: “Bancos não gostam de taxas negativas”, mas juros abaixo de zero “não vão provocar o colapso do setor”

O BCE cortou a taxa de depósitos, de -0,4% para -0,5%, e ao mesmo tempo, um programa de compra de ativos. Em conferência de imprensa, Mario Draghi detalha o pacote de estímulos.

O Banco Central Europeu anunciou o tão aguardado pacote de estímulos monetários para fazer face à débil situação da economia da Zona Euro. Não mexeu na taxa diretora, que se mantém em 0%, mas decidiu cortar a taxa de depósitos para um nível ainda mais negativo, passando-se a -0,4% para -0,5%, embora criando dois escalões para mitigar o impactos nos bancos. Ao mesmo tempo, avança com um programa de compra de ativos no valor de 20 mil milhões de euros por mês que arranca em novembro.

Em conferência de imprensa, Mario Draghi detalhou o pacote de estímulos e forma como será feita a sua aplicação.

Comentários ({{ total }})

Draghi: “Bancos não gostam de taxas negativas”, mas juros abaixo de zero “não vão provocar o colapso do setor”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião