Há sete propostas para transformar Quartel da Graça num hotel de luxo

  • ECO
  • 23 Setembro 2019

Executivo tem em cima da mesa sete propostas para a concessão do edifício por um período de 50 anos. Renda anual é de mais de 332 mil euros.

O Quartel da Graça, imóvel que integra o programa Revive, atraiu muitos. Houve 13 manifestações de interesse no concurso público para a concessão do edifício por um período de 50 anos, terminando com um total de sete propostas para transformar o antigo quartel num hotel de luxo no centro de Lisboa.

De acordo com o DN/Dinheiro Vivo, que cita fonte oficial da Secretaria de Estado do Turismo, depois de terem sido selecionados oito candidatos dos 13 que manifestaram interesse, o Executivo tem em cima da mesa sete propostas para a concessão do edifício por um período de 50 anos.

Esta concessão obrigará à reabilitação do edifício para instalação da unidade hoteleira. Transformá-lo num hotel exigirá, estima o Governo, um investimento na ordem dos 30 milhões de euros, sendo certo que a renda anual é de mais de 332 mil euros.

O Quartel da Graça, com área de construção total é de 15.495 metros quadrados, integra o programa Revive, criado em 2016 com o objetivo de dar uma segunda vida ao património cultural e histórico devoluto através da concessão dos imóveis a privados para desenvolvimento de projetos turísticos.

Este quartel integra a primeira fase do Revive, programa lançado em 2016 com um total de 33 imóveis. Destas mais de três dezenas foram adjudicados nove imóveis, que representam um investimento de 68 milhões de euros, tendo sido lançados 19 concursos públicos.

Comentários ({{ total }})

Há sete propostas para transformar Quartel da Graça num hotel de luxo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião