Bolsa de Lisboa sobe pelo 2.º dia. Mota-Engil volta a brilhar

A praça nacional está em alta, em linha com as pares europeias. Na sessão lisboeta, o BCP e a Jerónimo Martins animam, enquanto a Mota-Engil volta a brilhar com a conquista de novos contratos.

A bolsa nacional está em alta pelo segundo dia consecutivo, acompanhando as pares europeias que registam ganhos ligeiros. A grande maioria dos títulos do PSI-20 está em alta, com a Mota-Engil a voltar a destacar-se pela positiva. BCP e Jerónimo Martins dão fôlego ao índice lisboeta.

O PSI-20 arrancou a sessão a somar 0,08%, para os 4.925,10 pontos, ganhos que entretanto aceleraram para valores próximos de 0,50%, num dia em que o europeu Stoxx 600 avança 0,01%.

O sentimento positivo das bolsas europeias acontece depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter afirmado que existem “muito boas possibilidades” de chegar a um acordo comercial com a China, antes das negociações com representantes do país asiático em Washington.

Por cá, a puxar pela praça lisboeta estão as ações do BCP e da Jerónimo Martins. Enquanto os títulos do banco avançam 1,53%, para os 19,29 cêntimos, as da retalhista somam 1%, para os 15,20 euros.

Entre as maiores subidas estão ainda as ações da papeleiras, com a Altri a avançar 1,36%, para os 5,20 euros, e as da Navigator a ganharem 1,1%, para os 3,116 euros.

Contudo, o principal destaque positivo da sessão recai sobre a Mota-Engil que continua a beneficiar em bolsa da conquista de novos contratos no valor de 327 milhões de euros.

Neste âmbito, destaque para o facto de caber à Mota-Engil a construção dos 195 apartamentos do edifício residencial Infinity, em Lisboa, da Vanguard Properties. O contrato de 77 milhões de euros, junta-se a outros dois, desta feita em África

Em bolsa, as ações da construtora valorizam 2,12%, para os 1,831 euros.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa sobe pelo 2.º dia. Mota-Engil volta a brilhar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião