China quer mais negociações antes de assinar acordo com Trump

Foi já delineada a primeira fase de um acordo comercial entre os Estados Unidos e a China, mas ainda haverá mais rondas de conversações antes de o documento ser assinado.

Antes de assinar a “primeira fase” do acordo proposto por Donald Trump, a China ainda quer mais conversações. Pequim deverá enviar uma delegação, liderada pelo vice-primeiro-ministro Liu He, que tem estado envolvido nas negociações, para finalizar um acordo escrito que poderá ser assinado pelos presidentes das duas potências numa cimeira no Chile, no próximo mês.

Outras fontes, citadas pela Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês), apontam para que a China também quer que Trump cancele um dos aumentos nas tarifas, planeado para dezembro. O Presidente norte-americano concordou em não avançar com a subida de tarifas que estava previsto para 15 de outubro.

“O meu acordo com a China é que eles começarão imediatamente a comprar quantidades muito grandes dos nossos produtos agrícolas, não esperando até que o acordo seja assinado nas próximas três ou quatro semanas”, adiantou Trump, na sua conta no Twitter.

“O relacionamento com a China está muito bom. Terminaremos a grande parte da primeira fase do negócio, e seguiremos diretamente para a segunda fase”, acrescentou. “O acordo da primeira fase pode ser finalizado e assinado em breve“, concluiu o Presidente norte-americano.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

China quer mais negociações antes de assinar acordo com Trump

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião