Nova dona da SIVA mantém os 600 trabalhadores em Portugal

A SIVA mudou de mãos. Passa, a partir de agora, a ser controlada pela Porsche Holding Salzburg que deixa a garantia de que os 600 trabalhadores da empresa vão manter-se.

A SIVA tem novo dono. A Porsche Holding Salzburg ficou com a empresa de João Pereira Coutinho por um euro, assumindo a partir de agora o negócio de distribuição e retalho das marcas Volkswagen em Portugal. No dia em que toma as rédeas do negócio, a empresa afirma o seu compromisso com as pessoas, assegurando, nesse sentido, todos os 600 postos de trabalho.

“Estamos muito orgulhosos por conseguirmos concluir esta operação”, que ficou fechada a 15 de outubro, revelou Hans Peter Schützinger, CEO da Porsche Holding Salzburg. “Estamos ansiosos por assumir esta tarefa”, rematou o responsável por esta que começou por ser uma empresa familiar, mas que é hoje uma das maiores empresas do setor automóvel do mundo.

Com a compra da SIVA, a empresa juntou mais 11 concessões às 457 concessões que tem um pouco por todo o mundo. Nestas concessões todas contabiliza 30.900 colaboradores. Entre estes estão os funcionários da SIVA em Portugal, num total de seis centenas, que o novo dono da empresa assegura que vai manter.

“Contamos com as pessoas”, destacou Hans Peter Schützinger. “É importante sublinhar que contamos com os funcionários aqui em Portugal,. Significa que a Porsche Holding vai manter os 600 funcionários da SIVA”, rematou o responsável, na apresentação da estratégia da empresa no mercado nacional após a compra.

Entre os portugueses que continuam a fazer parte da SIVA está Pedro de Almeida, ex-diretor da SIVA. É um profissional “que tem muito conhecimento do marcado nacional”, pelo que vai manter-se como managing diretor, juntamente com Viktoria Kaufmann-Rieger. Pedro de Almeida fica com a parte dos automóveis novos e Kaufmann com o pós-venda e o financiamento.

“Queremos voltar a atingir a meta dos 30 mil veículos vendidos”, disse a responsável, lembrando que esse era o nível que a SIVA apresentava antes da crise. E “queremos desafiar os nossos concorrentes, voltando a ser o número três” no mercado automóvel nacional, salientou a austríaca que nos últimos anos esteve na Colômbia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nova dona da SIVA mantém os 600 trabalhadores em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião