Tratamento para Alzheimer leva Biogen a disparar 36%. Wall Street avança

Farmacêutica anunciou que vai colocar à aprovação da FDA um novo tratamento para a doença de Alzheimer e destaca-se em forte alta no Nasdaq. A Harley-Davidson e a Procter & Gamble também valorizam.

Wall Street regista ganhos ligeiros, com os investidores dos EUA focados na época de resultados. As contas da McDonald’s defraudaram as expectativas, mas as grandes novidades vêm do setor farmacêutico. A Biogen anunciou que vai submeter à aprovação da Food and Drug Administration (FDA) norte-americana um novo tratamento para a doença de Alzheimer e as ações dispararam 35,8% para 303,53 dólares no Nasdaq.

O índice tecnológico abriu assim a ganhar 0,31% para 8.188,43 pontos. Já o financeiro S&P 500 avança 0,14% para 3.010,94 pontos e o industrial Dow Jones, onde negoceia a McDonald’s, avança 0,06% para 26.844,74 pontos.

Os resultados trimestrais da dona de restaurantes de fast food ficaram abaixo das estimativas de Wall Street pela primeira vez em dois anos devido ao forte investimento no segmento de entregas. As ações da McDonald’s cedem 3,14% para 202,62 dólares.

A empresa interrompeu uma série de resultados que tem animado os investidores nos Estados Unidos desde a semana passada. Em sentido contrário, a Harley-Davidson e a Procter & Gamble seguem em forte alta após apresentarem contas: valorizam 6,93% e 3,82%, respetivamente.

“Tem sido uma época de resultados bastante positiva, mas alerto sempre que quem anuncia mais cedo é, tendencialmente, melhor que os do fim, portanto os números poderão diminuir ao longo da época”, afirmou Randy Frederick, vice presidente de trading e derivados na Charles Schwab, em declarações à Reuters.

Comentários ({{ total }})

Tratamento para Alzheimer leva Biogen a disparar 36%. Wall Street avança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião