Portagens deverão manter preços inalterados em 2020

  • ECO
  • 31 Outubro 2019

Os preços das portagens das autoestradas e pontes deverão manter-se, de acordo com os dados da inflação de outubro que servem de referência para a definição das novas taxas.

Utilizar as autoestradas deverá custar, no próximo ano, o mesmo que atualmente. Os preços das portagens vão manter-se, de acordo com os dados da inflação de outubro, sem habitação, que servem de referência para a definição das novas taxas. É o primeiro ano de manutenção dos preços após três anos consecutivos de subidas.

Em outubro, segundo a estimativa rápida divulgada esta manhã pelo Instituto Nacional de Estatística, a variação homóloga do índice de preços no consumidor, excluindo os preços da habitação, fixou-se nos -0,10%. Apesar de a taxa ser negativa, é assumido um valor zero.

É com base nesta taxa que a Brisa, tal como outras concessionárias, nomeadamente as gestoras das ex-SCUT, irão formular as propostas de atualização dos preços para entregarem ao Governo. Têm até dia 15 de novembro para o fazer. O valor do INE ainda terá de ser confirmado com a publicação dos dados definitivos, marcada para o próximo dia 13 de novembro.

Depois de entregues as propostas, o Executivo dará um parecer para que seja feita a atualização das portagens. Perante a “luz verde”, as novas tarifas (mesmo que sejam as mesmas), podem começar a ser cobradas aos condutores logo a partir das zero horas de 1 de janeiro do próximo ano.

Além das autoestradas, também as portagens das pontes sobre o Tejo, a 25 de Abril e a Vasco da Gama, são atualizadas no início do ano. Atualmente, os veículos de Classe 1 pagam 1,85 euros na 25 de Abril e 2,85 euros no caso da Vasco da Gama.

A manutenção dos preços, relacionada com a quebra na inflação que se tem vivido em Portugal nos últimos meses, põe assim fim a três subidas anuais consecutivas, verificadas depois da crise. Em 2018, o agravamento dos preços foi de 1%, sendo que o método de atualização das portagens inclui um mecanismo de arredondamento das taxas para o múltiplo de cinco cêntimos mais próximo.

(Notícia atualizada às 10h50)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portagens deverão manter preços inalterados em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião