Economia da Zona Euro em risco de contração no final do ano

A atividade económica cresceu mais que o esperado em setembro, mas ainda está muito perto do limite que aponta para a contração. Riscos para o quarto trimestre são negativos.

A atividade económica na Zona Euro cresceu mais que o esperado inicialmente em setembro, mas continua muito perto da estagnação, de acordo com o índice compósito PMI da Markit, indiciando que a parte final do ano pode ser complicada entre os 19 países que partilham a moeda única.

De acordo com os dados conhecidos esta quarta-feira, o índice PMI — que avalia as condições económicas e empresariais na Zona Euro — aumentou de 50,1 para 50,6 pontos em setembro, altura em que atingiu o seu valor mínimo em seis anos. A marca dos 50 pontos é o que separa o crescimento da estagnação.

Este indicador serve como base para medir o pulso à evolução da economia europeia e antecipar a sua trajetória. A Markit diz que os dados são consistentes com um crescimento residual de 0,1% no trimestre, mas os riscos para o quarto trimestre estão inclinados para um resultado mais negativo.

A tendência destes indicadores avançados tem sido razão para pessimismo na Zona Euro. Na Alemanha, os serviços cresceram de forma residual. Em Espanha, o resultado foi o mais negativo dos últimos 13 meses.

Um sinal positivo para a Zona Euro foram os dados das vendas a retalho, que aumentaram mais que o esperado em setembro, de acordo com o Eurostat. Isto significa que o consumo privado ainda está a crescer de forma robusta, impedindo um abrandamento mais pronunciado da economia resultante do adiamento das decisões de investimento.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Economia da Zona Euro em risco de contração no final do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião