Lucro da Sonaecom cai para 33,9 milhões de euros até setembro com aumento de custos com pessoal

O volume de negócios consolidado da Sonaecom, até setembro, foi de 102,6 milhões de euros.

O lucro da Sonaecom, atribuível ao grupo, nos primeiros nove meses do ano caiu 41,4% para os 33,9 milhões de euros, face ao mesmo período do ano anterior, de acordo com a informação comunicada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Já o volume de negócios consolidado, até setembro, foi de 102,6 milhões de euros.

Os custos operacionais cresceram 33,2% face ao ano anterior, fixando-se nos 110,9 milhões de euros. Estes foram impulsionados nomeadamente pela consolidação da Nextel e da Excellium, que fizeram os custos com pessoal aumentar 51,2%, devido ao maior número de colaboradores.

A empresa salienta ainda que, durante os primeiros nove meses do ano, a área de Tecnologia reforçou a participação em algumas empresas do portefólio e entrou no capital de seis novas empresas. Por outro lado, a Sonae IM vendeu as ações da Saphety e da WeDo.

No portefólio da Sonaecom inclui-se também o jornal Público, que através do “desempenho positivo das subscrições online, venda de jornais e publicidade online” viu as receitas crescer 5,6% até setembro, face ao mesmo período do ano anterior, destacou o grupo.

(Notícia atualizada às 18h30)

Comentários ({{ total }})

Lucro da Sonaecom cai para 33,9 milhões de euros até setembro com aumento de custos com pessoal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião